Convidada pela ONU, Associação Brasileira de Recursos Humanos, apresenta a primeira “Cúpula Mundial Green Jobs” na Rio+20

Ontem, 14, a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH – Nacional), coordenou o primeiro debate sobre Green Jobs na  Rio+20, junto com o Instituto Humanitare. 220 pessoas estiveram presentes no evento  que contou com a participação de Lais Abramo, diretora da OIT, Sheila Pimentel, presidente do Instituto Humanitare, Leyla Nascimento, presidente da ABRH-Nacional, e executivos renomados e importantes do setor.

Durante o debate Sheila Pimentel ressaltou a importância das lideranças jovens e da preocupação da sociedade em ser mais sustentável. Leyla Nascimento falou sobre a importância da economia verde e em soluções que reduzem a poluição e preserva o meio ambiente, além da necessidade em desenvolver esse conceito nas carreiras, caminho que já pode ser visto no Brasil.

“Não se trata mais de falar da engenharia ambiental, mas da engenharia que não só tem que se preocupar com a especialização do meio ambiente, mas também com atividades que não degradem o meio ambiente e tenham consciência em relação a isso. Uma atitude de todos, não só governamental”, afirma a presidente da ABRH-Nacional. A preocupação da ONU é que cada país implante a chamada carreira verde, dentro de políticas normatizadas, de um plano de carreiras reconhecido, e que  as ocupações sejam renomeadas com esses novos atributos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s