Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 23/08/2012

Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 22/03/2012Perdeu o Estadão desta quinta-feira? Não se preocupe. Aqui está a versão digital do Informativo da ABRH-Nacional com uma visão geral de como foi o CONARH 2012, evento que reuniu mais de 20 mil pessoas na capital de São Paulo para discutir temas pertinentes aos gestores de recursos humanos. Confira Aqui.

Anúncios

Abertura CONARH 2012: uma nova maneira de pensar gestão de pessoas

Por Jessica Marins

A palestra que abriu o CONARH 2012 teve a presença do Presidente da Natura Alessandro Carlucci, que propôs a todos os gestores presentes uma nova maneira de pensar sobre o atual modelo de gestão de pessoas. Ele abriu a discussão do tema com um pensamento: “o Brasil está em um momento que precisa dar uma parada, puxar o freio de mão. Eu por mim dava um baita cavalo de pau”.

Para iniciarmos o raciocínio, precisamos ter ciência de que a gestão de pessoas praticada hoje é antiga, baseada em uma cultura do passado, da época da Revolução Industrial. De um tempo quando percebíamos nas outras pessoas exatamente o que falta nelas e não os seus talentos e habilidades já dominadas. Este cenário, que também fez o presidente da Natura refletir, foi pensado em cima de alguns eixos importantes para a compreensão das mudanças que acontecem no mundo sob a perspectiva do que devemos fazer diante dele.

A nova proposta sugerida por Carlucci é baseada na idéia de incentivar e motivar o profissional a continuar trabalhando em cima do que ele faz de melhor. Desta maneira será possível formar dentro de sua empresa um ambiente colaborativo onde não importa o cargo a qual você representa e sim o que você tem de melhor e como pode ajudar com isso. “Escolha quais são as coisas que você quer transformar”, aconselha Alessandro Carlucci.

Desta maneira podemos perceber a importância de cada colaborador saber das suas funções e o que ele representa para a empresa na qual trabalha, ao mesmo tempo em que os líderes e gestores não podem deixar de executar suas funções. “Não devemos delegar a ninguém as responsabilidades que temos e nem deixar de ser você mesmo, de ter identidade”, ressalta Carlucci.

O último eixo proposto pelo Presidente da natura é o desapego. Ele diz que temos que aprender a nos desapegar de nossa maneira de fazer nossas funções, de nosso dia a dia e das nossas manias para que seja possível pensar no novo, para conseguimos nos impactar com essa nova geração que traz uma nova cultura, uma nova forma de comunicação que já está instalada no mercado, mas a nossa velha maneira de ver as coisas e não perceber as mudanças muitas vezes bloqueia os nossos sentidos.

Fotos: Ana Fuccia

Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 19/07/2012

Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 22/03/2012Perdeu o Estadão desta quinta-feira? Não se preocupe. Aqui está a versão digital do Informativo da ABRH-Nacional com as notícias da associação, os resultados da pesquisa do Global Workforce Study que mostram que falta engajamento nas empresas e mais informações sobre o Fórum de Consultoria, que acontecerá no dia 16 de agosto e faz parte do CONARH 2012. Confira aqui.

Inscrições para o Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2012 já estão abertas

Separem os seus melhores trabalhos, pois as inscrições para a edição 2012 do Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia já estão abertas e vão até o dia 13 de junlo. A premiação acontece desde 1993 e é uma maneira de conhecer e reconhecer as práticas, iniciativas e experiências de sucesso no desenvolvimento das pessoas dentro e fora das organizações.

“Nestes 20 anos de premiação, mais de 180 cases foram premiados, tornando-se uma referência para gestores e empresas que pretendem melhorar as suas práticas para a valorização de pessoas nas organizações”, explica Patricia Bonfim, coordenadora do prêmio desde 2010.  Ela destaca também a importância de cada um dos trabalhos ganhadores não apenas pelo que os gestores e empresas responsáveis alcançaram, mas como uma forma de difusão de conhecimento por todos os profissionais da área.

Podem se inscrever trabalhos que se enquadram nas modalidades Gestão de Pessoas – categorias Empresa, Profissional ou trabalho Acadêmico (conclusão de curso, projetos de pesquisas de mestrado, doutorado ou pós-graduação) – e Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social – categorias Empresas Cidadãs e Organizações do 3º Setor. “O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia é mais que uma premiação dos melhores cases da área de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas, pois representa uma verdadeira oportunidade de compartilhar conhecimentos que foram aplicados, com resultados comprovados e bem sucedidos em diversas organizações”, acrescenta Patricia.

As inscrições para o prêmio podem ser feitas pelo site www.premioserhumano.com.br, que também tem maiores informações e o regulamento completo. Em caso de dúvidas, você pode entrar em contato pelo email premioserhumano@abrhnacional.org.br ou pelo telefone (11) 3138-3420.