Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 30/08/2012

Informativo da ABRH-Nacional no Estadão 22/03/2012Perdeu o Estadão desta quinta-feira? Não se preocupe. Aqui está a versão digital do Informativo da ABRH-Nacional com uma matéria a respeito sobre o novo curso de Desenvolvimento de Líderes de RH, resultado da união da ABRH-Nacional, Great Place to Work e Ânima Educação. Além disso, destaque para os ganhadores do Prêmio Ser Humano na modalidade Gestão de Pessoas, categoria Empresa. Confira aqui.

Anúncios

Como escolher o melhor curso de Pós-Graduação

por Taynã Almeida

Na hora de ingressar numa pós-graduação, muitas pessoas ainda ficam na dúvida se devem escolher em curso tradicional de especialização ou um MBA. De acordo com o diretor de Educação da ABRH-Nacional, Luiz Edmundo Rosa, os programas de Pós- Graduação se dividem em duas categorias: Stricto Sensu (direcionado para a formação cientifica e acadêmica, como mestrado e doutorado) e Lato Sensu (curso de especialização direcionado a uma área profissional).

A especialização tradicional tem, em média, 360 horas de conteúdo programático (1 a 2 anos de curso). Ela tem um perfil mais acadêmico e genérico, sempre concluída com um projeto final uma monografia ou artigo científico. O curso também contempla uma maior pluralidade de temas, buscando a formação multidisciplinar do aluno.

Já o MBA (Master of Business Administration) tem carga mínima de 400 horas (em média, 2 anos de curso) e considera como pré-requisito a experiência profissional anterior dos alunos O enfoque é mais voltado para a rotina empresarial e preparação de executivos e futuros líderes. O projeto prático de conclusão do curso normalmente traz uma simulação de desafios empresariais, como abertura de capital, fusão e lançamento de uma nova linha de negócio.

Para Luiz Edmundo, muitos cursos de MBA no Brasil são superficiais, quando comparados com os melhores programas internacionais. Apesar dessas diferenças, o diretor afirma que as especializações são bem-vindas no mundo empresarial. “As empresas não avaliam seus colaboradores apenas pelos programas que fizeram. Também levam em conta suas atitudes, comportamentos e resultados”, explica.

Entretanto, é importante pesquisar sobre os cursos. A falta de informações, orientações e até mesmo decisões precipitadas podem representar um enorme revés para os estudantes. Isso porque não são poucos os que optam por programas distantes de seus interesses e competências, gerando um sentimento de frustração. “A questão não está no erro, mas no desperdício de tempo e dinheiro. É essencial que as pessoas, antes de tomar uma decisão, procurem se informar, não só acessando folhetos, sites, coordenadores dos programas, mas também conversando com alunos, ex-alunos e profissionais mais experientes.”, orienta Luiz Edmundo.

Estudar sempre promove a capacidade de pensar, entender novos valores e possibilidades. Por entender isso, algumas empresas oferecem ajuda para que os profissionais escolham determinados cursos. “Quando a empresa financia o curso, o ideal é negociar a melhor convergência dos objetivos de ambos. Não tem sentido alguém se especializar em algo que não tenha interesse, assim como a empresa não deveria financiar algo que a pessoa não se sinta motivada. O jogo do ‘faz de conta’ é prejudicial a ambos”, destaca o diretor.

Escola de Líderes

As inscrições para a 6ª edição da Escola de Líderes, uma parceira da ABRH-RS com a Unisinos, já estão abertas e vão até o mês de março. A iniciativa visa desenvolver lideranças nas dimensões técnicas, comportamentais e estratégicas.

O curso, que é reconhecido pelo Ministério da Educação e foi considerado pela revista Você/SA como referência no estado, consiste em reuniões de acompanhamento individual e em pequenos grupos, acompanhadas por um corpo docente com a duração total de 154 horas, que acontecem na sede da ABRH-RS em Porto Alegre.

Coaching também na ABRH-PR

A ABRH-PR promove a partir do dia 30 de janeiro o Curso de Formação de Coaches Executivos e Empresariais, que é reconhecido pela Associação Brasileira de Coaching Executivo e Empresarial (ABRACEM).

Entre os objetivos do curso estão formar executivos e empresários com adequado preparo teórico, prático e conceitual para atender, com elevada qualidade, a crescente demanda por este tipo de serviço. Saiba mais sobre o curso aqui.